Conheça 5 mitos sobre meditação

Conheça 5 mitos e verdades sobre meditação !

Sem dúvida alguma nossa geração vive uma vida agitada, de muito trabalho, muitas tarefas, muitas responsabilidades e muitas cobranças. Todos esses fatores vão se acumulando e gerando cargas negativas, um peso e muito estresse sobre nossa mente e corpo.

Para aliviar o estresse e ansiedade entra a meditação, essa prática vem se tornando cada vez mais “popular” entre as pessoas, hoje é possível assistir tutoriais de meditação no youtube, baixar aplicativos de celular ensinando passo a passo de como meditar.

Mas com essa forte disseminação da prática da meditação algumas essências que ela possui se perderam e alguns mitos foram surgindo.

Confira agora quais são os mitos mais populares a respeito da meditação.

1. Não pode pensar em nada

Sem dúvida alguma este é o mito mais comum a respeito da meditação, quem nunca, ouviu alguém dizer: “Para meditar você precisa manter sua mente limpa, não pensar em nada”.

É quase impossível você não pensar em nada e manter a mente “limpa” principalmente se você é uma pessoa com uma rotina muito agitada.

O papel da meditação neste caso é ajudar a pessoa a relaxar a mente, organizar os pensamentos para observá-los com mais clareza e se necessário tomar decisões com mais sabedoria e confiança.

Se uma pessoa interrompe todos os pensamentos na hora da meditação “mantendo a mente limpa”, quando ela parar de meditar os pensamentos irão voltar como turbilhões, e ai não vai ter adiantado nada ter meditado, concorda?

2. Precisa estar sentado em posição de lótus/Buddha

Posição de lutus na meditação

Posição de lutus na meditação

Caso ainda não conheça a posição de lótus é o famoso jeito de senta-se com as pernas cruzadas e os pés em oposição às coxas.

Estar nesta posição para meditar não é uma regra e não é por causa dela que você vai conseguir meditar.

Para iniciantes e principalmente pessoas que têm pouca elasticidade estar nesta posição é muito difícil, essa dificuldade e desconforto, durante a sessão irá tirar toda sua concentração.

Portanto, a posição adequada para meditar é aquela onde você se sente confortável.

Você pode sentar em um sofá, cadeira ou no chão com as pernas cruzadas se preferir, as únicas regras são que ao começar a sessão você mantenha uma postura correta, colona ereta, cabeça, pescoço e ombros relaxados.

3. Meditação é uma religião

Errado, a meditação não pertence a uma religião. Ela vem de tradições budistas, mas você não se torna budista apenas por meditar, inclusive há registros em que o próprio Buddha ensinava meditação para diversas pessoas, sem se preocupar com religião, idade, gênero ou classe social.

E ao contrário do que as pessoas pensam, a meditação convida a todos para participar das sessões e meditar juntas sem se importar com crenças religiosas. Neste espaço, todos são bem vindos.

4. Eu não consigo meditar, isso não é pra mim

Pensamentos limitantes como estes tornam a prática da meditação algo impossível de se realizar, mas é algo comum de se ouvir, principalmente quando vem de uma pessoa muito ansiosa.

Não sinta que meditar é impossível, se manter esse pensamento a meditação realmente será impossível, portanto se permita tentar.

Quando uma pessoa começa a meditar, logo nas primeiras semanas ela percebe a mudança física, mental e emocional.

Conforme a prática se torna rotineira as mudanças acontecem com mais intensidade, é possível perceber que quem medita passa a olhar a vida e encarar os problemas diários com mais leveza.

5. Não tenho tempo para meditar, demora muitas horas

Para quem está começando o ideal é manter sua rotina como está acostumado e dispor gradualmente alguns minutos quando acordar, antes ou depois do café, durante o horário de almoço, após o trabalho, antes de dormir, em algum momento do dia você consegue usar alguns minutos para isso.

Geralmente os iniciantes praticam de 5 a 10 minutos de meditação para acostumar o corpo e a mente, e assim vão aumentando gradativamente o tempo de meditação, mas realmente não adianta nada se nestes 5/10 minutos você estiver inquieto e distraído com algo.

É importante que você não comece a praticar a meditação durante muitas horas, o ideal é começar com poucos minutos e ir aumentando conforme se sentir preparado, o risco de você se cansar e abandonar a prática desta forma é muito menor.

Como me aprofundar na meditação?

Uma dúvida recorrente é como se aprofundar na prática da meditação, iniciar aos poucos ir aumentando o tempo, mas como posso dominar a prática e fazer um hábito constante em minha vida?

A Mais Consciente oferece cursos, ministrados por Felipe Lapa, Instrutor de Meditação e mindfuness em Recife a mais de 10 anos.

O Curso de meditação e mindfulness desenvolvido em recife, tem a duração de 8 semanas, com duas 2 horas de duração cada encontro uma única vez por semana.

Ou também você pode iniciar em nosso curso grátis no Youtube, veja o primeiro vídeo do curso grátis de meditação.

Esperemos que você tenha gostado dessas dicas! Gostaria de complementar com alguma informação ou contar sua experiência com a meditação? Deixe um comentário logo a baixo.

Tags: No tags

Comments are closed.